Como fazer (e como não fazer) um bom Storyboard!

 In Cinema

De forma simples e resumida, o storyboard é um roteiro em imagens. Ele consiste em uma elaboração cronológica das cenas e sequências que serão gravadas, seja em filmes, vídeos, comerciais, videogames, novelas ou seriados, só que feitas com desenhos, como nos quadrinhos.

Quanto mais bem planejada está a sua produção, menos problemas e um melhor resultado você vai ter. O storyboard é muito importante nesse processo para visualizar mais fácil a composição de cada cena do roteiro, uma espécie de rascunho visual, mostrando enquadramentos e ambientação de cenas.

Com os desenhos estampados no storyboard será possível compreender melhor tudo o que está presente em cada plano. Os rascunhos podem ser bem elaborados ou não, o importante é ser objetivo e ilustrar as cenas de forma clara para todos da equipe. Por isso, o storyboard é de grande influência para o direcionamento do diretor de fotografia, dos atores e até mesmo do diretor geral.

Agora que já sabemos o que é um storyboard, você consegue entender qual sua importância para o mercado audiovisual?

Por que um Storyboard faz diferença?


Uma das maiores vantagens de fazer um storyboard no audiovisual é a visualização que ele permite. Você basicamente vai prever as imagens do vídeo final. Sendo assim, é mais fácil adaptar cenas do roteiro ou mudar o que for necessário; seja posição dos atores ou do ângulo da câmera.

Todos já ouviram aquele ditado: “uma imagem vale mais que mil palavras”. Essa é exatamente uma das respostas para a pergunta acima. Quando temos um storyboard bem elaborado a visualização do conteúdo pode ser mais clara, então caso exista algum problema com o roteiro será mais fácil corrigi-lo e apresentar uma produção final mais consistente.

 

Como fazer um Storyboard?


Você já entendeu o que é essa ferramenta e para o que ela serve, mas você sabe como elaborar? Pensando nisso nós criamos alguns passos que podem te ajudar a construir um bom storyboard.

Primeiro passo

Comece estruturando a história, repasse o roteiro para essa etapa visual do jeito que você quer que seja contado. As cenas precisam ser formadas nesse momento, sempre seguindo uma lógica sequencial. Ou seja, crie uma linha do tempo para o que será produzido.

Segundo passo

Detalhe os personagens e o ambiente. É necessário que essas características sejam compreensíveis o suficiente para que qualquer pessoa possa entender as imagens e a mensagem visual que será passada através delas.

Terceiro passo

Após ter a estrutura do seu roteiro definida, chegou a hora de desenhar as cenas. A ideia é tentar criar quadros como se fossem os planos do filme. Por exemplo, se a partir do roteiro você quer um plano detalhe na mão do personagem pegando uma arma, você desenha o quadro com essa mão em foco, tomando todo o espaço do desenho.

 

Não poupe informações, trace quem são os personagens, suas ações, o tempo em que tudo está acontecendo; e até mesmo alguns diálogos para direcionamento.

Por fim, dê uma última olhada e confira se tudo está interligado, se as cenas desenhadas passam a ideia desejada e se as descrições estão claras, como em um gibi. Se for preciso, faça alguns reajustes. .

Apesar de tudo ainda algumas pessoas acabam deixando passar pontos importantes, mas que merecem muita atenção.

3 erros para não cometer no Storyboard


Começar um storyboard sem ter um roteiro

Não tente começar algo sem antes ter uma visão geral do que pode ser feito. Mesmo que você tenha toda a estrutura visual na sua cabeça e esteja borbulhando de ideias, é importante ter em mente que o storyboard só pode ser feito quando o script estiver em mãos. Com ele pronto você poderá identificar melhor os pontos principais, os quais precisam de mais atenção, e a partir daí adicionar suas ideias de animações.

Mas, claro, se a ideia visual veio na cabeça, registre! Quando o roteiro estiver pronto, ela vai ser importantíssima.

Falta de descrições

É importante que todos da equipe estejam cientes do que vai acontecer, por isso não esqueça de adicionar ao storyboard todos os detalhes e instruções necessárias para a construção da cena. Dessa forma não será preciso fazer revisões; e assim perder um tempo precioso que poderia ser poupado.

Não buscar por feedbacks

Você não está sozinho fazendo esse trabalho. Lembre-se que a criação de um storyboard é um trabalho em equipe e todos precisam estar em sincronia. Afinal, você está cocriando um conteúdo que poderá precisar de vários pontos de vista para dar certo. Dessa forma, procure sempre a opinião de outras pessoas envolvidas para que o resultado final seja agradável para todos os ângulos.

 

Entendeu como funciona um storyboard? Tem alguma dúvida ou uma dica a acrescentar? Deixe seu comentário e até a próxima!

Recent Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text. captcha txt